O que fazer em Joinville perto da natureza

O que fazer em Joinville perto da natureza

Ar puro e muito verde.

Se você é daqueles que não abre mão de:

  • Respirar ar puro
  • Fazer piqueniques
  • Praticar esporte e atividades físicas ao ar livre
  • Ensinar aos filhos o respeito e amor à natureza
  • Passear com seu pet
  • Visitar parques e áreas verdes em busca de paz, contemplação e relaxamento

Ar puro e muito verde.

Se você é daqueles que não abre mão de:

  • Respirar ar puro
  • Fazer piqueniques
  • Praticar esporte e atividades físicas ao ar livre
  • Ensinar aos filhos o respeito e amor à natureza
  • Passear com seu pet
  • Visitar parques e áreas verdes em busca de paz, contemplação e relaxamento

Preste atenção nas sugestões a seguir e saiba o que fazer em Joinville perto da natureza.

O que fazer em Joinville perto da natureza – Parque Zoobotânico

Parque Zoobotânico
Parque Zoobotânico – Foto: MyRotas

Em uma área de mata atlântica com 17 mil metros quadrados, o Parque Zoobotânico fica na base do Morro da Boa Vista.

Uma trilha ao redor do lago permite que os visitantes apreciem a paisagem e os inúmeros viveiros com aves, répteis e mamíferos.

Além dos amplos gramados ideais para piqueniques e dos quiosques disponíveis no local, o Zoobotânico conta com playground para as crianças e uma academia de ginástica ao ar livre, que pode ser utilizada gratuitamente.

Aberto das 7h às 19 horas, o Zoobotânico fica na rua Pastor Guilherme Rau, 462, no bairro Saguaçu.

A entrada é gratuita.

Mirante de Joinville no Morro da Boa Vista

Mirante de Joinville
Mirante de Joinville – Foto: Hotel Bavarium

Vista do alto, Joinville pode ser ainda mais encantadora.

Para quem quiser conhecer a cidade sob todos os ângulos, a dica é subir o Morro da Boa Vista até o Mirante é uma ótima dica sobre o que fazer em Joinville perto da natureza.

O visual é impressionante.

Para curtir cada detalhe, muitos visitantes fazem a jornada a pé até o topo. A caminhada dura cerca de 45 minutos.

Ciclistas e grupos de corrida também utilizam o local para treinos.

O trecho de 2,3 quilômetros é pavimentado e iluminado, o que torna a visitação possível até as 22 horas. Mas vale lembrar: a subida é íngreme.

Outra opção é fazer o trajeto de ônibus (carros são proibidos no local, com exceção de táxis para pessoas com deficiência).

Há linhas de ônibus que saem do Terminal Central, passam pelo Zoobotânico e levam os visitantes até o Mirante.

A viagem dura cerca de 10 minutos.

Ao chegar no Mirante, os visitantes podem utilizar uma escadaria ou elevador para acessar o ponto mais alto da estrutura.

O Mirante de Joinville fica no final da rua Pastor Guilherme Rau, no bairro Saguaçu.

A entrada é gratuita.

Parque Expoville outra dica sobre o que fazer em Joinville perto da natureza

Parque Expoville
Parque Expoville – Foto: Ellerim Viajante

A diversão em família está garantida no Parque Expoville.

Considerado um dos mais importantes Centros de Convenções e Eventos do Sul do país para a realização de congressos, feiras, exposições, shows e formaturas.

O local conta com ampla área ao ar livre e, nos finais de semana, torna-se um dos pontos de encontro favoritos na cidade.

Além de espaço para relaxar e fazer piqueniques à beira do lago, é possível andar de bicicleta, skate, patins, correr, soltar pipa e curtir outras brincadeiras com a criançada.

Além disso, o Parque Expoville oferece atividades recreativas e infantis, como brinquedos infláveis, cama elástica, tobogã e espaço pet.

A entrada é gratuita, com estacionamento pago. Algumas recreações também têm custo mas é uma ótima dica sobre o que fazer em Joinville perto da natureza.

O Parque Expoville fica na rua 15 de novembro, 4.315, no bairro Glória, às margens da BR-101.

Serra Dona Francisca

Serra Dona Francisca
Serra Dona Francisca – Foto: Casal Parceiro

A Serra Dona Francisca é uma opção sobre o que fazer em Joinville perto da natureza que enche os olhos.

O traçado original foi aberto em 1858 por imigrantes que precisavam transportar seus produtos das cidades do interior até Joinville e o litoral catarinense.

A estrada, hoje parte da SC-301, liga Joinville a Campo Alegre, São Bento do Sul e Mafra, no planalto serrano.

Com belas paisagens em meio à mata atlântica, vale a pena dar uma parada no Mirante da Serra para apreciar o visual.

Antes de iniciar o trecho de subida, com curvas acentuadas, é possível comer em restaurantes de comida típica alemã.

Há também cafeterias, floriculturas, pastelarias e, quem tiver um tempo extra, pode conhecer outras estradas da região que levam a propriedades rurais, rios, pontes e córregos.

Armazém Dona Francisca

Armazém Dona Francisca
Armazém Dona Francisca – Foto: Alfa Dicas de Viagens

Especializado em carne de cordeiro e outros pratos típicos da serra, o Armazém Dona Francisca encanta não apenas pelo cardápio de entradas, hambúrgueres, grelados, massas e sopas, mas também por seus cafés, tortas, quiches e empadas.

Tudo isso em meio à natureza, em um ambiente com redes, balanços e playground para as crianças.

Quem passeia pela Serra Dona Francisca não pode deixar de conhecer o local.

Fica na SC-301 (Estrada Dona Francisca, 2.812, a 4 km do posto policial de Campo Alegre).

Recantos, rios e cachoeiras

Recanto das Nascentes Divinas
Recanto das Nascentes Divinas – Foto: Field Target SC

Com natureza exuberante, Joinville é cheia de atrações para quem gosta de aventura.

São rios, cachoeiras e recantos que fazem a diversão dos visitantes principalmente no verão.

Uma das atrações é o Recanto das Nascentes Divinas, na Estrada Rio da Prata, em Pirabeiraba.

O local tem quiosques, churrasqueiras, mesas e infraestrutura para camping, com chuveiros e banheiro.

O Recanto Vô Nereu, na Estrada Quiriri, 3.245, também em Pirabeiraba, é outra dica.

Há serviço de bar e lanchonete, quiosques e churrasqueira próximo ao rio.

Para quem quer acampar, o Recanto Davet tem estrutura para atender os aventureiros, mas é também uma boa alternativa para quem quer passar um dia de diversão e se refrescar no rio.

Fica na Rodovia SC 301 – km 3, na Estrada do Pico, em Pirabeiraba.

A Estrada Bonita é um dos pontos mais conhecidos do turismo rural em Joinville e o Recanto de mesmo nome, no final da rua (Estrada Bonita, 5.200, no Rio Bonito) tem rios, pontes e pequenas quedas d’água que encantam quem passa por ali.

A região também tem restaurantes, cafés coloniais, propriedades rurais abertas à visitação e pousadas

Estrada Bonita
Estrada Bonita – Foto: Expedições Latinas

Já quem visita o Recanto Três Nascentes pode aproveitar um dia de muito contato com a natureza.

Além de um belo gramado e de espaço para praticar esportes ao ar livre, o local tem piscina, churrasqueira e mesas.

Fica na Estrada Quiriri Baixo, s/n, em Pirabeiraba.

Parque Municipal da Caieira

Em uma área de mais de um milhão de m2 a 10 km do centro da cidade fica o Parque Municipal da Caieira.

O complexo ambiental e arqueológico é ideal para o convívio com a natureza e o lazer contemplativo e cultural.

O local é de preservação permanente e fica junto à Baía da Babitonga, com fauna e flora caracterizadas pelos ecossistemas de manguezais e restingas.

No local, há um sambaqui preservado que pode ser visitado e ruínas da antiga fábrica de cal, bem perto da Lagoa do Saguaçu, formando um cenário de beleza inesquecível.

O endereço é rua Waldomiro Rosa, 1.636, no bairro Ademar Garcia.

Parque Ecológico Morro do Finder

Parque Ecológico Morro do Finder
Parque Ecológico Morro do Finder – Foto: Agora Joinville

Com aproximadamente 50 mil m² de área de preservação, o parque reúne exemplares da flora e fauna da floresta atlântica, além de nascentes e bela paisagem com vista panorâmica para a Baía da Babitonga.

A pé ou de bicicleta, o visitante poderá andar por trilhas demarcadas passando por grutas, nascente e lagos.

O Parque Morro do Finder fica na rua Antônio Haritsch, bairro Bom Retiro.

Castelo dos Bugres

Joinville também é cidade para aventureiros e adeptos de trekking.

Quem gosta de trilhas e escaladas precisa conhecer o Castelo dos Bugres, uma formação rochosa no alto da Serra do Mar, com quase 1.000 metros de altitude.

No local – citado no livro “A Terra Oca”, de Raymond Bernardd, como uma das entradas para o centro da terra – é possível apreciar rica fauna e flora e, em dias claros, avista-se, além da floresta, grande parte da Baía da Babitonga, em São Francisco do Sul.

Para quem vai se aventurar pela primeira vez na região, o ideal é contar com o acompanhamento de guias experientes.

Parque Ecológico Caminho das Águas

Parque Ecológico Caminho das Águas
Parque Ecológico Caminho das Águas – Foto: Solotudo

Na Estrada Piraí, poste 127, no bairro Vila Nova, fica o Parque Ecológico Caminho das Águas.

Com piscinas naturais e águas refrescantes, o local tem quiosques, área para camping e trilhas na mata.

Há uma taxa de entrada e, durante o verão, é necessário pagar pela locação dos quiosques.

Na baixa temporada, de abril a outubro, não há custo para utilizar as churrasqueiras e mesas.

O local abre sábados, domingos e feriados.

Estrada do Rio do Júlio

Na Serra Dona Francisca, em Joinville, a caminho do município de Schroeder, fica a Estrada do Rio do Júlio.

A antiga rota chama a atenção por sua beleza e, no inverno, pelo ar puro e gelado.

Seus 28 km de extensão podem ser percorridos de carro, mas é preciso atenção já que boa parte do trajeto é de trechos estreitos.

A dica é visitar a região na primavera e verão, época de floração das hortênsias, quando a paisagem fica tomada por flores azuis.

Fonte: Blog – Incorposul

Como alugar um imóvel perfeito para você, confira essas dicas!

Como alugar um imóvel perfeito para você? Escolher um imóvel para alugar que preencha exatamente todos os critérios que você e sua família estabeleceram não é uma tarefa fácil. Muitas vezes, você encontra um imóvel no bairro que deseja morar, mas que não tem uma metragem ideal. Outras, você encontra uma casa ou apartamento com o número de quartos que procura, mas que está em uma localização bem distante de seu trabalho e do colégio de seus filhos.

Leia Mais